quarta-feira, 27 de junho de 2018

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Quando a razão sabe das coisas, mas o coração não quer saber de nada...


Desde o começo dessa relação/desrelação eu tinha uma firme desconficança/confiança de que algo era estranho, algo não "batia", por mais honesto que me parecesse, lá no fundo eu ficava pensando que existia alguma mentira.

Quando ele mentiu pra mim... Quando ele confessou...

Não sei se fiquei aliviada por ver que minha razão estava certa, ou se fiquei triste por saber que minhas esperanças foram depositadas em algo que não foi/era real.

Estou processando esses sentimentos confusos, mas algo lá no fundo (e dessa vez vou levar esta parte com mais preponderância) me mostra que tudo o que descobri era algo que eu já suspeitava e no íntimo já sabia.

Isso vai passar... Não pretendo guardar mágoa dessa vez, pois quero meu coração leve e disponível para novas oportunidades. Nada de trancar o coração... Nada de perder estas chaves.

Existem histórias que são apenas fantasias e não são para ser vividas de verdade...

-Mila F.

É preciso ter orgulho


É preciso se orgulhar das pequena coisas que fazemos
É preciso se orgulhar de nossos pequenos passos
Vamos chegar longe se aprendermos a valorizar toda essa trajetória
Vamos chegar longe se levarmos de cada situações e momento um ensinamento.

|Mila F.

terça-feira, 19 de junho de 2018

...preciso me orgulhar da mulher que me tornei.


Posso não ser nada daquela pessoa que pensei que seria,
mas aprendi muito com esse processo de "não ser":
aprendi que a experiência é retirada do dia a dia,
aprendi a não criar tantas expectativas,
aprendi a não me cobrar muito,
aprendi que para sermos algo,
temos que primeiro descobrir o que não queremos ser...

Então, eu não quero ser aquela mulher que sonhei antes,
quero ser apenas uma versão melhorada daquela que sou hoje,
foram muitos dias, muitas lutas, muitas experiências que me tornaram essa aqui,
preciso me orgulhar da mulher que me tornei.

-Mila F.


quinta-feira, 14 de junho de 2018

Quando a gente não sabe o que está sentindo...

Todas as vezes que digo para mim mesma que vou seguir em frente e virar a página
Ele me liga, me manda mensagens de texto e me deixa confusa, indecisa...
Mas dessa vez eu fui sincera: "Toda vez que você aparece me deixa confusa eu sofro um pouco"
E ele me pediu desculpas, disse que eu merecia ser feliz, disse que mentiu pra mim...
Mentiu... justo isso... algo que odeio....
Então falou-me a verdade e agora, partiu - de certa forma - meu coração, e disse que ia dizer Adeus, pois eu não merecia ficar confusa e tê-lo sempre a atrapalhar minha vida...
Estou ainda mais confusa com essa decisão... Não sei como lidar com tudo isso...
Processar tantas informações conversadas por telefone...
Não sei lidar com todas as revelações,
as vulnerabilidades que ele me confessou... ele está quebrado...
será que veio a mim pedindo socorro? Pedindo para eu consertá-lo?
Ser responsável por isso ou pela felicidade de outra pessoa é algo muito pesado... não acho que alguém mereça essa cruz, mas agora fico a pensar...

... se ele pediu desculpas é porque tinha culpa, certo? Acho que, sim.
No entanto, por que sou eu quem está se sentindo culpada agora?

-como lidar com isso?

|Mila F
p/ W.

segunda-feira, 7 de maio de 2018

não existe isso de Sorte...


Pessoas invejosas e que não tem coragem de lutar pelo que desejam
acham que outras pessoas tem SORTE quando conquistam algo,
mas, não existe isso de SORTE, existe, sim, ESFORÇO, ou luta diária.
Nós só costumamos colher aquilo que plantamos.

Mila F.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...