quarta-feira, 12 de março de 2014

A felicidade é o Santo Graal da contemporaneidade...



E, de repente, ele entrou na minha vida e não foi como uma tempestade: avassaladora, mas como uma brisa que, simplesmente, faz esvoaçar os cabelos e toca o rosto suavemente como se fosse uma carícia.
Foi se aproximando e me fazendo sentir como se fosse importante e me dando todos os abraços e carinhos que eu desejava há muito tempo.
Segura. Foi exatamente assim que me senti e me apeguei a essa segurança e a esse carinho singelo com todas as minhas forças... Talvez, só talvez, eu possa vir a me arrepender disso, mas fico pensando: por que não aproveitar? Carpe Diem?
Colher sorrisos, receber e dar abraços, voltar a ter aquele sorriso bobo de garota apaixonada. Todo mundo tem o direito de ser feliz, nem que seja por pouco tempo... A felicidade é o Santo Graal da contemporaneidade, porque, por mais que tenhamos tudo o que sempre almejamos a felicidade ainda se resume a breves momentos que indiscutivelmente passam e, muitas vezes, nem percebemos.
Serei o mais feliz que puder ser, e vou tentar libertar meu coração, ninguém quer ter um coração preso na gaiola ou virado pedra, mas todo mundo quer um sorriso, um abraço e alguém para amar...

Camila Márcia

Um comentário:

  1. Que a felicidade nos cerque por todos os lados.

    bjokas =)

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...